Orações

Orações de Louis-Claude de Saint-Martin

A Oração é para o nosso intelecto, o mesmo que a respiração é para o nosso corpo como bem disse Louis Claude de Saint-Martin, em seu livro “O Quadro Natural”, i, p.178.
As dez orações de Saint-Martin, apresentadas aqui, não tem por objetivo a sua memorização ou seu uso de forma literal, elas simplesmente são exemplos de um estilo que desapareceu durante a Revolução Francesa. Foi mantida nesta tradução a ortografia original e a sintaxe, carregada de alguns do caráter tradicional das escritas do nosso Ven. Mestre. Estas orações foram extraídas de um manuscrito de Saint-Martin e publicadas no segundo volume de suas Obras Póstumas, páginas 444 a 482 (Oeuvres Posthumes de M. de St. Martin, Tome Second, Chez Letourmy, Imprimeur-Librairie, rue Colbert, nº 2, Tours, France, 1807).
O estudo de tais textos pode lhe guiar na composição de suas próprias orações. Estas orações são a formulação de uma experiência meditativa e usam o pensamento e a palavra escrita. Para Saint Martin, o começo de todas as verdades estão na natureza, mas a consumação dela está na oração, isto inclui todas as religiões, porque submerge a alma do orante naquela chama sagrada que é o amor divino e a Reconciliação Universal.


Clique em download para ter acesso ao conteúdo integral.

Download PDF