Poemas

Caminha

Caminha
Por Celeste Cristal


Na solidão interior, tua doce voz sussurrou.
Caminha somente olhando as pedras do Caminho,
Olha as marcas da vida
Que ficam para trás, e se perdem no nada.
Sem voltar a cabeça
Sem pesar, sem angustias.
Olha o horizonte em Luz,
Que começa a florescer
Quais flores do campo em primavera
Olha o Sol nascer com dourados raios
Iluminando o estreito caminho.
Caminha olhando a suave e tênue sombra
Daquele que te guia desde o infinito.
Olha a Esperança fecunda do Eterno Amor
Ofertado na Fé A Aquele da Eternidade.
Junta tuas mãos em leve Oração
Sente a suave brisa do Sublime Amor.
E Caminha, somente Caminha.
FIM


Clique em download para ter acesso ao conteúdo integral.

Download PDF