Poemas

Não os Abandones

Não os Abandones
Por Celeste Cristal

Meu Deus,
de joelhos te imploro por eles,
quem são não o sei,
não tem importância,
minha alma Te implora
por essas penas infinitas,
por esses rostos murchos de angustia,
seus corpos mutilados pelos erros,
e suas almas laceradas de sofrimentos.
Suas mãos eriçadas procurando Alcançar-Te,
e os olhos desorbitados pela dor do arrependimento
clamando Teu perdão.
Não os abandones,
Meu Deus,
por ter caído uma e outra vez,
correndo trás uma ilusão.
Que iluminou um minuto suas vidas,
desviando-se do caminho.
Mas, Senhor,
são teus filhos também,
Meu Senhor: Não os abandones...


FIM


Clique em download para ter acesso ao conteúdo integral.

Download PDF