Contos

O Espelho

Ele quase não viu a senhora, com o carro parado no acostamento. Chovia forte e já era noite. Mas
percebeu que ela precisava de ajuda. Assim parou seu carro e se aproximou. O carro dela cheirava a
tinta, de tão novo. Ele iria aprontar alguma? Ela pensou...
Ele não parecia seguro, parecia pobre e faminto. Ele pode ver que ela estava com muito medo e
disse: Eu estou aqui para ajudar madame, não se preocupe. Por que não espera no carro onde está
mais quente? A propósito, meu nome é Carlos.
Bem, tudo que ela tinha era um pneu furado, mas para uma senhora de idade avançada era ruim o
bastante. Carlos abaixou-se, colocou o macaco e levantou o carro. Logo ele já estava trocando o
pneu.


Clique em download para ter acesso ao conteúdo integral.

Download PDF