Artigos

Eucaristia A Renovação da Aliança

Nosacrário, silencioso, pobre e humilde, está o Senhor. Por isso o Santo Cura d’Ars afirmava: “O silêncio do sacrário assusta-me”.

Está ali o Verbo do Pai e o Filho de Maria de Nazaré.

Aquele Pão do Céu é “Jesus”, é uma “Pessoa”, é o Amigo Divino no silêncio omnipotente do sacrário, é um convite contínuo à nossa presença, a nossa oração, à nossa amizade orante.

O Rei da Glória está ali por detrás da “porta” de milhões de “sacrários” espalhados pelo mundo.
Mas…ó “poeira”, ó “nuvem de poeira” que nos impede de O contemplar. E a “poeira”, o “nevoeiro” parece que nos quer afastar do “sacrário”.

De facto não vamos lá muitas vezes e com tempo,


Clique em download para ter acesso ao conteúdo integral.

Download PDF