A Guerra dos Magos: Rosacruzes e Satanistas Frente a Frente

Martinismo e Tradição Martinista

No século XIX consagrou a França como a “capital universal da razão”. O espírito cartesiano foi se afiançando no país vizinho e a batalha das idéias foi ganha pelo racionalismo. Em toda França?

Podemos duvidar. Foi nessa mesma França onde floresceu o ocultismo com figuras como “Papus” ou Eliphas Levi, foi ali onde apareceram movimentos neo-templarios – com Fabre Palaprat – igrejas gnósticas com bispos e prelados, seitas ocultistas de todos os tipos e condições e, finalmente, na apoteoses do irracional, movimentos satânicos e Rosacruzes. Faz agora 100 anos, uns e outros se engalfinharam numa estranha disputa que foi conhecida como a “Guerra dos Magos”.

Estes são os personagens e estas são as situações…

Don`t copy text!