Do Espírito procede A Luz

Sobre o Homem – Queda e Evolução

A palavra “Espírito” possui muitos sentidos. Por exemplo, “Espírito” pode ser utilizado para referir-se a uma entidade individual desencarnada, alguém que fez sua transição e passou para a dimensão seguinte da vida. Pode também referir-se a uma entidade encarnada, alguém que agora vive na Terra. “Espírito” pode também ser definido como uma espécie de “esprit de Corps”, que irradia-se de um indivíduo ou grupo de indivíduos. Algo muito poderoso – e ao mesmo tempo muito sutil. Algo invisível que, no entanto, provoca um efeito sobre as pessoas, e até mesmo sobre situações.

Contudo, para os propósitos deste discurso, vamos concordar que pela palavra “Espírito” queremos nomear um princípio vital que anima. Vamos estabelecer que este princípio animador da vida possui as seguintes características:

1. Ele é divino em origem.
2. Ele está presente em toda forma de vida.
3. Ele é emanado do próprio Deus.
4. Ele impregna tudo que existe em qualquer lugar do universo, e
5. Ele permeia minúsculas e insignificantes Partículas de matéria.

Concordemos também que, em termos de iluminação, a luz que procede do “Espírito” flui através de cada situação na qual nos envolvemos, tanto quando em companhia de outros ou quando sozinhos.

Agora, avançando além desta curta e breve definição acerca do que do que deve ser entendido pela palavra “Espírito”, eu lhes darei um ponto de referência. A ciência hoje nos diz que “energia procede do movimento, e movimento procede da energia”. Isto pode ser explicado da seguinte forma. Como muitos de vocês já sabem, há dois tipos, ou formas, de energia: energia estática e energia dinâmica ou, energia negativa e positiva. Quando energias de qualidades positiva e negativa são associadas ocorre agitação. A consequência final da agitação é o movimento, que novamente produz energia.

Don`t copy text!