O Encontro

Poemas

Encontrei-te na senda da ilusão,
o velho Amigo que me transportou aos sonhos,
que são sonhos ou talvez ilusão para chegar ao real.

Ele disse: Olhe estas paragens encantadas
que a mão do homem nunca tocou.
Maciços eternos
com brancura de neve que ofusca o olhar.

Sinta a brisa que acaricia
e transporta a um mundo acima do mundo.
Aprenda a olhar no Livro que transporta a alma
ao Princípio dos Princípios.

Ao compasso da Eterna Arquitetura divina
que desenha Círculos e Triângulos
e seu ponto no Centro que guiará
a uma realidade ainda maior.

A Mão Divina que cria as Almas
coloca sua marca com nota musical e número
para que ela nunca perca o caminho
que a levará a Eternidade.

De Onde vens e para onde vás?
Vás à busca do Caminho de dor
e paixões que a nada levam?

Segue o ponto no Centro do Círculo
que apresenta a Geometria Divina
que tudo penetra e transforma
para encontrar nele a Paz da Eternidade.

Celeste Cristal

Don`t copy text!