O Que É a Ordem Martinista?

Martinismo e Tradição Martinista

Saint-Martin dispensaseu ensinamento iniciático, que se insere na admirável tradição do iluminismo cristão, de boca a ouvido, através de numerosos encontros com aqueles que ele julgava “iniciáveis”. Disseminou esse ensinamento através de seus livros, que não tinham outro objetivo, segundo seu próprio desejo, que não convidar o leitor a abandonar todos os livros, sem excetuar os seus próprios. A obra escrita de Saint-Martin permanece como fonte viva, sempre aberta a todos, ainda que nem todos possam beber dela ou extrair dela a doutrina do Filósofo Desconhecido.

Esta doutrina, durante o último quarto do século XVIII e durante todo o século XIX, guiou um número incalculável de homens e mulheres, número que se costuma subestimar. Homens e mulheres que conheceram Saint-Martin pelo próprio Saint-Martin em seu corpo de carne, ou por seus livros, por meio de algum de seus amigos, de algum discípulo ou, talvez, por vários desses
canais ao mesmo tempo.

Intuitivamente, pareceu ao Dr. Gérard Encausse (1865-1916) que, para preservar o depósito da doutrina Martinista (onde sentiu que se preservava o tesouro do iluminismo ocidental), para favorecer seu estudo, sua aplicação e sua difusão, a fundação de uma Ordem iniciática seria oportuna e eficaz. Assim, as primeiras iniciações individuais aconteceram em 1884. Pouco antes havia sido fundada uma primeira Loja e os cadernos de instrução vieram à luz a partir de 1887 e, em 1891 constituiu-se o primeiro Supremo Conselho, que reuniu os principais ocultistas da época.

Papus foi o Presidente desse Supremo Conselho, recebendo em seguida o título de Grão Mestre.

Don`t copy text!