O Ritual Mágico do Sanctum Regnum

Eliphas Levi

Os manuscritos originais desta obra inédita, na letra do próprio Eliphas Levi, foram encontrados entre as folhas de uma cópia impressa de uma obra de Trithemius de Spanheim intitulada “De Septem Secundeis”, publicada em Colônia com data de 1567. Essa obra de Abade Trithemius é uma dissertação curiosa e interessante sobre o governo do mundo pelos sete grandes Arcanjos, a cada um dos quais corresponde, sucessivamente, um período de 354 anos e 4 meses. Os Arcanjos representam os Planetas dos antigos. Seus períodos de domínio sucessivos seguem a seguinte ordem:

Orifiel representa Saturno
Anae ” Vênus
Zacarias ” Júpiter
Rafael ” Mercúrio
Samael ” Marte
Gabriel ” Lua
Miguel ” Sol

A primeira fase desses soberanos acabou no Anno Mundi 2480. O Dilúvio de Noé aconteceu em 1656, durante o reinado de Samael. A destruição da Torre de Babel (ver a Carta XVI do Tarô) aconteceu durante o segundo reinado de Orifiel, Abraham viveu no segundo reinado de Zacarias, Moisés viveu durante o segundo reinado de Rafael, Pitágoras, Xerxes e Alexandre Magno no segundo reinado solar de Miguel.
A era de Jesus Cristo começa no Terceiro Reinado de Orifiel.

O terceiro reinado de Anael começou em 109 dC.
O terceiro reinado de Zacarias começou em 463 dC.
O terceiro reinado de Rafael começou em 817 dC.
O terceiro reinado de Samael começou em 1171dC.
O terceiro reinado de Gabriel começou em 1525 dC.
O terceiro reinado de Miguel começou em 1879 dC.

Parece que Levi ficou muito impressionado com esse sistema de governo dos Arcanjos, e Edward Maitland juntamente com a Dra. Anna Kingsford, fala positivamente sobre esse volume. Sob o título de “Comentário” W. W. Westcott faz uma breve descrição de cada Carta do Tarô no final de cada capítulo. Também inclui algumas notas sobre o significado místico atribuído por Levi ao Tarô em outras de suas obras. Foram acrescentadas algumas das opiniões de P. Christian. 

O leitor não especializado que não tenha estudado de forma específica os escritos de Eliphas Levi ou da Cabala talvez pense que a relação entre os capítulos e os detalhes incluídos sob o título de “Comentário” e o Tarô é ínfima, por muito interessante que o tema possa ser. Deve-se entender que em todos os casos existe uma relação direta entre a carta do Tarô e o tema, mas as chaves para conectá-los foram omitidas pelo autor de maneira deliberada e só podem ser decifradas através do estudo de outras obras de Levi.

As vinte e duas cartas do Tarô possuem relação com números e letras. Apenas alguns poucos estudiosos, membros das escolas Herméticas, sabem das atribuições reais, sempre que elas possam ser estabelecidas. As ilustrações que acompanham esta obra são cópias dos próprios desenhos de Levi. Acrescentam muito encanto ao livro e orgulham tanto a edição como o artista que as realizou.

Don`t copy text!