Os 4 graus da Sabedoria Antiga

Martinismo e Tradição Martinista

O homem normalmente tenta buscar o conhecimento através da pluralidade. Quando um conjunto de coisas ou idéias se lhe apresenta, julga de pronto ser o caminho, perdendo, quase sempre de aproveitar a capacidade de analisar comparativamente com o que demais existe. Daí, decorre muitas vezes o esgotamento e o desânimo devido ao vazio que geralmente subsiste.

PAPUS discorre sobre esta busca, citando os quatro graus da sabedoria antiga, que ao observarmos, é tão atual quanto real no próprio ensinamento que trás.

Propomo-nos a analisar estes quatro graus, comparando-os com o caminho da espiritualidade. Partindo do princípio que o ternário é a expressão do Verdadeiro, dividiremos a análise de cada grau em três segmentos.

Don`t copy text!